No começo do ano, fui passar alguns dias na fazenda de um amigo que fica no interior de São Paulo na cidade de Penápolis, e quando chegamos por lá, sua mãe ja havia mandado matar um Porco para fazer esta receita que é tradicional por aquelas bandas.

Porco no Tacho, feito do lado de fora da casa, fogo de lenha no chão e um tacho enorme com a gordura do porco para amolecer, aquecer e fritar.

A família toda envolvida, a mãe e o cunhado temperaram a carne e deixaram marinando de um dia para o outro,  assim que os convidados começaram chegar o pai e o tio,  colocaram fogo na lenha e aí por diante foi só festa!

E o resultado final foi esse, olhem como ficou com uma cara ótima…

Ingredientes:

15 kg de carne de porco suína limpa (de preferência que seja caipira de procedência conhecida)

4 kg de banha de porco

10 dentes de alho

Suco de 10 limões

4 folhas de louro

3 colheres (sopa) de sal

2 Pimentas dedo de moça picadas sem as sementes (opcional)

Modo de fazer:

Tempere a carne e deixe marinando por no mínimo 12 horas.

Despeje a banha de porco em um tacho (pouco menos do que a metade do recipiente) e deixe esquentar.

Com a banha bem quente coloque os pedaços de carne para fritar, a dica é mexer os pedaços apenas no começo, em seguida prestar atenção apenas para não grudar no fundo.

A carne ficará por aproximadamente uma hora na fritura.

Depois de fritar é só servir.

* Depois de frita, a carne poderá ficar armazenada em um recipiente com a sua própria gordura por até quatro meses sem que deteriore, costume bastante antigo para conservar alimentos quando ainda não existiam refrigeradores.